Seminário sobre Agrotóxicos da FASAR de Minas Gerais

WhatsApp Image 2021-08-30 at 12.38.32

A palestra irá agregar aos alunos da FASAR, o conhecimento através da necessidade de um diálogo multidisciplinar acerca dos Agrotóxicos.

O evento é voltado para todos os alunos do curso de Farmácia e Biomedicina da FASAR. Participe!

Sigam:
@biomedicina_fasar
@farmaciafasarr

#BiomedicinaFASAR #FarmaciaFASAR #Seminario #Saude #VemPraFASAR

URGENTE - Alteração do CPC

SOCIEDADE CONSUMOCENTRISTA: CRESCIMENTO OU DECRESCIMENTO?

Atualmente se vive numa sociedade consumocentrista, a qual se caracteriza pelo consumo como centro da mesma. São criados novos seres, ou seja, seres consumidores. Esse novo ser, consumidor, gerado por essa sociedade detém seu foco de vida no consumo e acaba se rendendo a esse modelo que dita as regras, a moda e as culturas, mas que torna esse sujeito inconsciente dos reflexos de seus atos, sendo alienado de qualquer consequência, pois é adestrado e docilizado, mesmo que de forma inconsciente. Esse consumo gera uma série de impactos socioambientais, ou seja, tanto o meio ambiente como a sociedade sofrem.

Com esse crescimento econômico desordenado na busca de capital e progresso, não há uma gestão de resíduos e respeito aos ciclos vitais do planeta e, também, não há respeito e igualdade entre os seres humanos, pois poucos concentram o poder nas suas mãos e muitos vivem em condições de vida desumanas, não tendo o mínimo existencial e a dignidade humana. Por isso se faz necessário pensar na forma de crescimento econômico que se vive na sociedade consumocentrista.

Leia mais:SOCIEDADE CONSUMOCENTRISTA: CRESCIMENTO OU DECRESCIMENTO?

A IDEIA DE JUSTIÇA EM PAUL RICOEUR

 

Segundo Ricoeur (1995) na questão da prática da justiça, este sistema é constituído por indivíduos históricos e culturais que ao se agruparem (de modo cultural e historicamente organizados como sistema de repartição), introduzem um sentido de bem a tudo aquilo que consideram ser bom para a vida em comunidade. Depreende-se, portanto, que uma sociedade constrói seu sistema jurídico como ideia reguladora para as relações pessoais beneficiadas pelo concurso da partilha, em que cada pessoa é portadora de diferente papel, cabendo a cada uma a participação social. Porém, para manter de forma regrada as relações interpessoais de maneira que todos possam tomar parte nesse processo de distribuição, a sociedade politicamente institui regras de aplicação da igualdade para operar na distribuição das partes. Cada parte da distribuição é considerada um bem a ser partilhado dentro de uma ética de valores vez que não é possível somente ater-se a um cálculo de máximo e de mínimo. Diante da lei a partilha transforma-se em direitos adquiridos. No campo da aplicação há circunstâncias em que ocorrem reivindicações levantadas por interesses ou direitos opostos; exigindo, assim, a presença de uma instância superior para decidir essas reivindicações.

Leia mais:A IDEIA DE JUSTIÇA EM PAUL RICOEUR

Live sobre Meio Ambiente Natural e o Caso de Cidreira

WhatsApp Image 2021-08-27 at 10.11.16

Mais artigos...

  1. Evento Internacional da Universidade de Itaúna
  2. Prefácio para a obra "O Caos no Discurso Jurídico: uma homenagem a Ricardo Aronne" – in memorian
  3. A DEFENSORIA PÚBLICA COMO INSTITUIÇÃO GARANTIDORA DO ACESSO À EDUCAÇÃO E PROMOÇÃO DA EDUCAÇÃO JURÍDICA
  4. Pandemia, Clima e Sustentabilidade
  5. O site Páginas de Direito chegou no Instagram
  6. Participe da Primeira Palestra Internacional do GEAK Grupo de Estudos Araken de Assis
  7. Reforma da Constituição em debate: avanços e retrocessos na esfera eleitora
  8. A NOVA LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS: UM "NOVO" DIREITO FUNDAMENTAL?
  9. NATUREZA JURÍDICA DO PRONUNCIAMENTO JURISDICIONAL QUE POSTERGA A ANÁLISE DO PEDIDO DE TUTELA PROVISÓRIA: UMA ANÁLISE LÓGICA
  10. A MODULAÇÃO DOS EFEITOS NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO REXT N.º 574.706-PR
  11. O IN DUBIO PRO SOCIETATE E A DECISÃO DE PRONÚNCIA NO TRIBUNAL DO JÚRI: A LINHA TÊNUE ENTRE A INVASÃO DE COMPETÊNCIA PELO JUIZ TOGADO E O CONSELHO DE SENTENÇA SOB A ÓTICA GARANTIDORA DO PROCESSO LEGAL
  12. A (RE) dEfinição de poluidor/operador e o princípio dA prevenção do regime europeu/PORTUGUÊS de responsabilidade ambiental [1] (RE) POLLUTER/OPERATOR DEPHTION AND THE PRINCIPLE OF PREVENTION OF THE EUROPEAN/PORTGUESE ENVIRONMENTAL LIABILITY REGIME
  13. 11 de Agosto - Dia do Advogado
  14. 1ª Aula Compartilhada - Disciplina do Mestrado da Universidade de Itaúna
  15. EFEITO SUBSTITUTIVO DOS RECURSOS E A COMPETÊNCIA PARA A APRECIAÇÃO DA AÇÃO RESCISÓRIA: OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

Página 5 de 151

ISSN 1981-1578

Editores: 

José Maria Tesheiner

(Prof. Dir. Proc. Civil PUC-RS Aposentado)

Mariângela Guerreiro Milhoranza da Rocha

Advogada e Professora Universitária

back to top